Workshop “Logoterapia: prática clínica com crianças e adolescentes” | por Claudia Mota

Seguindo a proposta de trazer grandes profissionais nacionais e internacionais, o Núcleo de Logoterapia AgirTrês trouxe Clara Martínez, psicóloga colombiana, no último dia 10 de março (2018), para oferecer um workshop sobre a prática clínica com crianças e adolescentes à luz da Logoterapia.

Eu tive a feliz oportunidade de participar deste primeiro workshop, que, na verdade, transformou um sábado qualquer numa logoexperiência.

Com uma linguagem clara e objetiva, destacou que “os jovens e crianças não precisam de técnicos, precisam do humano” e trouxe aos profissionais presentes conteúdos teóricos, estudos de caso, apresentação e discussão de uma bibliografia consistente,  e, sobretudo, a discussão do que é o profissional de Logoterapia que atende jovens e crianças, o que ampliou nossos horizontes como se estivéssemos diante um farol de sentido.

Durante o encontro, compartilhou suas experiências de consultório, de escolas onde trabalhou e convidou a todos a transformarem sua prática num fazer criativo e coerente. Para tanto, trouxe nomes como Boris Ciyrulnik, com o conceito de Tutor de resiliência que fundamentam seu trabalho e complementam a abordagem logoterapêutica que adota.

Compartilhou técnicas e trouxe um debate sobre diagnósticos sob outra perspectiva.

Capítulo à parte foi a desenvoltura com que caminhou entre assuntos sérios e preocupantes, como o conceito de família e de jovens, atualíssimos, sem propor ou vislumbrar qualquer possibilidade de julgamento, demostrando a importância de termos empatia em nosso trabalho.  Em seguida, tratou do tema tabu que, infelizmente, faz parte do nosso cotidiano, o suicídio.

Em síntese, o workshop trouxe o questionamento do que é ser logoterapeuta, seus fundamentos e perspectivas, um panorama sobre o significado da infância nos dias de hoje, os pilares da logoterapia e uma proposta do modelo terapêutico apresentado como estudo de caso, assim como vasto material reunido em seus anos de experiência.

Costurou tudo isso, respondendo a perguntas, mostrando slides das produções artísticas de seus pacientes ou brincando com o público, pudemos entender a proposta que ela nos trouxe sobre nos conectarmos com nossa criança interior e nos colocarmos como companheiros existenciais dos nossos pacientes.

Gostaria de registrar que, nesse encontro, choramos, sorrimos, nos comovemos, aprendemos novas possibilidades de trabalho, mas,  o mais importante – saímos transformados por termos vivenciados uma experiência de sentido.

Gracias, Clara, por todo, tú eres nuestra tutora de resiliencia!

por Claudia Mota, psicopedagoga que atua na abordagem logoterapêutica e participante do Workshop oferecido pelo Núcleo de Logoterapia AgirTrês

Para saber mais sobre o trabalho da psicóloga e doutoranda Clara Martínez, acesse farosdesentido.org ou escreva para klaramartin@farosdesentido.org.

Confira alguns cliques feitos durante o workshop:

Clara Martínez Sánchez, da Colômbia para o Brasil

Clara fala sobre os males de nosso tempo e como a Logoterapia ilumina essas questões

O que é essencial no terapeuta? Um dos temas discutidos no workshop oferecido no Núcleo de Logoterapia AgirTrês

A energia na conclusão do Workshop com Clara Martínez no Hotel Mercure, em São Paulo, em 10 de março de 2018.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *