*Mensagem Nº 32* – 27/6/2018

Sabemos que é da natureza do ser humano nascer, se desenvolver, envelhecer e morrer. Para a Logoterapia, a busca pelo sentido acompanha toda essa trajetória. De forma que, na velhice não poderia ser diferente.

Além do tema da mensagem de hoje, o envelhecimento também é o foco do Congresso Brasileiro de Logoterapia e Análise Existencial – IX CBLAE, que acontecerá em novembro, no qual toda equipe do Núcleo estará presente.

Para abordar o assunto, escolhemos o artigo “Saúde e sentido de vida: as vivências do envelhecer”, das autoras Joelma Ana Gutiérrez Espíndula e Natália Nunes Ferreira da Universidade Federal de Roraima – UFRR. O texto foi publicado na revista Logos & Existência, revista oficial da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial – ABLAE. Vale lembrar que as constatações aqui presentes não expressam necessariamente as opiniões do Núcleo, mas são afirmações decorrentes da pesquisa realizada pela autora.

RESUMO

O presente estudo tem por objetivo compreender como os idosos vivenciam a saúde, sentido de vida, e como os aspectos psicossociais influenciam no processo de envelhecer. A partir da metodologia descritiva-qualitativa, tendo como fundamento a abordagem da logoterapia e analise existencial de Frankl, a pesquisa abarca uma atitude integrativa, buscando concepções de vontade do sentido, sentido da vida, liberdade da vontade. Foram realizadas cinco entrevistas com idosos do grupo de extensão Girassol da UFRR. Na análise foram identificados eixos temáticos: experiências do cotidiano da velhice, relações Interpessoais como apoio social, saúde e dificuldades corpóreas deparadas no cotidiano, percepções da finitude e desejos e/ou sonhos a serem conquistados. A maioria dos participantes menciona a família como fundamental na vida do indivíduo, seguido de amigos e grupos sociais, apoiando-os no enfrentamento do cotidiano. Alguns colaboradores ressignificam a perda de seu trabalho quando até então não tiveram uma preparação para a aposentadoria. Pode-se perceber que mesmo diante da tensão vivida pelas transformações psicossociais eles se mostram na existência entre ser e dever-ser. Eles abordaram o tema do corpo, levando-os a respeitar os limites impostos pela realidade e buscar o bem-estar e a qualidade de vida cotidianamente.

“A vontade de sentido impulsiona o idoso,
assim como todo ser humano
ao seu projeto de vida, aspirações e metas…”
Viktor Frankl

Para ler o artigo completo acesse este link.

Abraços e até breve!

Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

 

*Mensagem Nº 31* – 7/6/2018

Muitos participantes da lista de transmissão e aqueles que nos acompanham no Facebook nos procuraram perguntando sobre a questão da dependência química sob o olhar da Logoterapia.

Atendendo a estes pedidos, escolhemos para esta mensagem o artigo “A Relação da Dependência Química e o Vazio Existencial”, da autora Denise Gersen Pinto Coelho, profissional competentíssima e amiga da equipe AgirTrês. Vale lembrar que as constatações aqui presentes não expressam necessariamente as opiniões do Núcleo, mas são afirmações decorrentes da pesquisa realizada pela autora.

RESUMO

A relação da dependência química e o vazio existencial são fatos tão complementares, que só mergulhando na origem do problema será possível compreender esta relação. As constantes queixas dos usuários de droga sobre sensação de um vazio despertaram em mim a necessidade de aprofundar neste tema. O objetivo deste estudo é compreender a relação entre a dependência química e o vazio existencial e qual estrutura de personalidade de base atua no dependente, contribuindo para o desenvolvimento do ciclo vicioso da dependência química. A metodologia utilizada foi a revisão bibliográfica, qualitativa, na perspectiva da Análise Existencial da Logoterapia. Percebe-se na contemporaneidade mudanças significativas nas buscas humanas como: o imediatismo, o consumismo, busca pelo prazer e pelo ter, colaborando para o aumento inevitável do vazio existencial e dependências de modo geral.

“Por trás de uma doença existe um ser humano, livre, responsável capaz de autotranscender.” Viktor Frankl

Para ler o artigo completo acesse o link a seguir: ARTIGO-REL. DEP. QUIMICA

Boa leitura! Acesse nossa página e saiba mais sobre nossos cursos e eventos!

Abraços e até breve!

Simone Guedes

Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

 

*Mensagem Nº 30* – 16/5/2018

No último domingo, dia 13, comemoramos o Dia das Mães e a AgirTrês não poderia deixar de lado uma data tão especial. Assim como a Logoterapia, mãe também é verbo. Mãe é cuidar, é acolher, é amar. E nas palavras de Frankl

“Amar é atitude, é gratuito, é especificamente humano, é um ato existencial, é uma descoberta do valor do outro na própria existência, e não uma autosatisfação. Amar o outro em seu vir-a- ser.”

Pensando nisso, nossa equipe escolheu o artigo “A SÍNDROME DO NINHO VAZIO SOB O OLHAR DA LOGOTERAPIA”, de Lucia Helena Chuery. Vale lembrar que as constatações aqui presentes não expressam necessariamente as opiniões do Núcleo, mas são afirmações decorrentes da pesquisa realizada pela autora.

RESUMO
O objetivo deste trabalho foi propor uma reflexão sobre a Síndrome do Ninho Vazio a partir de alguns pressupostos teóricos da Logoterapia e Análise Existencial de Viktor Emil Frankl. Associada à fase do ciclo vital familiar, na
qual o último filho sai da casa dos pais, a síndrome traz como sintomas a solidão, tristeza, apatia e a depressão que acometem pais e mães, em diferentes intensidades. A Logoterapia, centrada na busca do sentido, acrescenta sobre a vivência do homem e da mulher nesses contextos grande valor ao integrar, para além das observações da individualidade da mulher e do homem, dos papéis desempenhados em relação aos filhos, dos conteúdos
vivenciais de cada um além da maternidade e paternidade, o sentido à experiência de existir dessas pessoas, ampliando o entendimento do exercício da parentalidade e da individualidade do ser nessas relações. Assim,
possibilita um entendimento sobre a Síndrome do Ninho Vazio ao referir que a saída do último filho não seria a razão para o sofrimento acentuado dos pais, mas sim o vazio existencial. Concebendo a pessoa que se tornou mãe e se tornou pai como um ser integral e livre para algo, a Logoterapia propõe que saiam de si na busca do sentido, autotrascendendo, sendo responsáveis, atentos às situações da vida com a saída do último filho, descobrindo também seu dever-ser.

Para ler o artigo completo acesse o link a seguir: A Síndrome do Ninho Vazio – Lúcia Chuery

Boa leitura! Acesse nossa página e saiba mais sobre nossos cursos e eventos!

Abraços e até breve!
Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

*Mensagem Nº 29* – 2/5/2018

No mês de maio comemoramos a Semana Nacional da Enfermagem, que inicia no dia 12 com o Dia Internacional da Enfermagem e encerra no dia 20 com o Dia Nacional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem. E justamente pensando em homenagear estes profissionais do cuidar, presentes em todas as etapas do restabelecimento da saúde e da prevenção de doenças, que dedicamos a mensagem de hoje. Afinal, sem o cuidado da dimensão física a conexão com dimensão noética é prejudicada, comprometendo a busca de sentido do indivíduo.

A equipe AgirTrês escolheu o artigo “O sentido do cuidar da criança e da família na comunidade: a experiência da aluna de enfermagem”, de Myriam Aparecida Pettengill e Margareth Angelo, que se apoiam nos princípios logoterapêuticos. Vale lembrar que as constatações aqui presentes não expressam necessariamente as opiniões do Núcleo, mas são afirmações decorrentes da pesquisa realizada pelas autoras.

RESUMO

Este estudo, utilizando abordagem fenomenológica, buscou compreender o significado da experiência de aprendizagem da aluna de enfermagem ao cuidar da criança e da família na comunidade. Os dados foram obtidos por meio de entrevista aberta, individual, tendo como sujeitos nove alunas. Através da análise dos dados emergiram dois temas: ENFRENTANDO O DESAFIO e GERANDO OUTRO OLHAR. A interpretação, segundo o referencial teórico da Análise Existencial de Viktor Frankl, permitiu compreender que o sentido que move a aluna no tema enfrentando o desafio é a busca do conhecimento e o querer fazer algo. Além disso, o estudo permitiu uma reflexão acerca dos componentes da aprendizagem significativa em enfermagem, sendo o tema gerando outro olhar uma conseqüência para o pensar, o sentir e o agir da aluna, favorecendo seu crescimento pessoal e profissional.

“Não se trata de injetar sentido nas coisas,
mas sim, de extrair o sentido delas,
de captar o sentido de cada uma das
situações com que nos defrontamos”
Myriam Pettengill e Margareth Angelo

Para ler o artigo completo acesse o link a seguir: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342000000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Boa leitura! Acesse nossa página e saiba mais sobre nossos cursos e eventos!

Abraços e até breve!

Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

*Mensagem Nº 28* – 18/4/2018

Na última mensagem postada na lista de transmissão questionamos sobre quais conteúdos logoterapêuticos lhes interessavam. Recebemos algumas respostas, a maioria indicando o tema Religião, Espiritualidade e Logoterapia.

Atendendo a estes pedidos escolhemos para hoje o artigo do Me. Julio Cezar Lazzari Junior, com o título “PSICOLOGIA E RELIGIÃO EM VIKTOR FRANKL: A RELAÇÃO ENTRE CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE NA LOGOTERAPIA”, publicado pela revista eletrônica Espaço Teológico. Vale lembrar que as constatações aqui presentes não expressam necessariamente as opiniões do Núcleo, mas são afirmações decorrentes da pesquisa realizada pelo autor.

RESUMO
A logoterapia é a terapia do sentido da vida e a sua aproximação com a teologia e a filosofia é muito clara. Suas bases são constituídas por elementos espirituais, em sua maioria, e tal fato faz de Viktor Frankl, seu criador, alguém que tentou separar a barreira entre religião e ciência. Partindo do princípio de que o homem é um ser espiritual, a logoterapia contempla o indivíduo como alguém autônomo diante de sua existência, capaz de decidir por onde caminhar e até como lidar com suas neuroses e / ou psicoses. Assim, a nossa proposta é examinar a relação entre psicologia e espiritualidade em Viktor Frankl, entendendo os pontos principais da logoterapia e como ela pode
ajudar o homem a encontrar sentido para a sua vida.

[…] as pessoas podem encontrar,
e cumprir, um sentido em suas vidas,
independente de sexo ou idade,
QI ou formação educacional,
ambiente ou estrutura de caráter e,
finalmente, independente do fato de
a pessoa ser ou não religiosa, e, se ela for,
independente da Igreja à qual ela pertença.
(FRANKL, Viktor E. A psicoterapia na prática.)

Para ler mais acesse:
https://revistas.pucsp.br/index.php/reveleteo/article/viewFile/15714/11779

Boa leitura! Envie os temas que lhe interessam, estamos sempre abertos a
sugestões!

Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

*Mensagem Nº 27* – 4/4/2018

Dia 07 de abril comemoramos o Dia Mundial da Saúde e nós do Núcleo de Logoterapia AgirTrês não podíamos deixar passar uma data tão importante!

Iremos promover, no dia 28 deste mês, a 6ª Oficina de Sentido da Vida. Uma logovivência em grupo com o objetivo de possibilitar que as pessoas despertem para sua potencialidade e encontrem Sentido; no viver, aqui e agora. (Inscrições: bit.ly/inscricao6oficina)

Para a nossa lista também participar desta comemoração escolhemos o artigo do professor William Breitbart “INTEGRIDADE, RETIDÃO E O CUIDAR – MOMENTOS DE TRANSFORMAÇÃO”.

Acesse o artigo aqui

RESUMO
Nos últimos anos, como médico, pesquisador, educador, administrador, escritor, professor e advogado das causas dos pacientes, me envolvi nesse grande desafio, na missão de cuidar. Em tantos anos, estive mais presente e
dedicando mais tempo aos meus pacientes, do que à minha própria família. Através desses anos, comecei a me interessar pelos artigos e teoria de Viktor Frankl (1959/1992), Irvin Yalom (1980) e outros. Comecei a conceituar e
então, a incorporar na minha abordagem terapêutica com pacientes com câncer; questões existenciais universais de todos os seres humanos.

“Encontrei o significado da minha vida,
ajudando os outros a encontrarem
o sentido de suas vidas.” Viktor Frankl

Boa leitura!
Abraços e até breve!
Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

*Mensagem Nº 26* – 27/3/2018

O mês de março nos traz algumas comemorações. Buscando contemplar o Dia Internacional da Mulher e o Dia Mundial da Infância escolhemos abordar os temas: família e educação.

Dando continuidade ao tema, a equipe AgirTrês escolheu com muito carinho e orgulho o artigo “OLHAR SENSÍVEL PARA A SENSIBILIDADE”, da autora Ana Clara Dumont, ex-aluna do Núcleo.

RESUMO
Esse estudo tem como objetivo demostrar que um processo psicoterapêutico com adolescentes conduzido por um logoterapeuta e pautado na sensibilidade é eficiente e contribui para que a psicologia cumpra seu papel social e
transformador. Para tanto, foram apresentados e analisados três casos, orientados pelos conceitos fundamentais criados por Viktor Frankl, relacionando-os a outras pesquisas de teóricos da logoterapia e críticos do mundo contemporâneo.

“Meu olhar sensível para a sensibilidade do paciente tornou-se fundamental para um desabrochar
de esperanças, movimento e transformação.”

Para ler o artigo completo acesse o link a seguir: ARTIGO Olhar Sensível para a Sensibilidade – Ana Clara Dumont AGIR 3

Boa leitura!
Abraços e até breve!
Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

*Mensagem Nº 25* – 7/3/2018

Está chegando! Dia 10 de março, o Núcleo de Logoterapia AgirTrês recebe a psicóloga Clara Martinez para nosso 1º evento de 2018! Esta palestra repleta de sentido abordará durante o Workshop a Logoterapia voltada para a prática clínica com crianças e adolescentes. Faça aqui sua inscrição: http://bit.ly/Workshop-de-Logoterapia

Para que você possa conhecer melhor o trabalho da nossa palestrante colombiana, escolhemos para esta mensagem o capítulo “Aportes a la psicoterapia con niños: orientando hacia el sentido de la vida”, escrito pela própria Clara como parte do livro “Logoterapia en accíon: aplicaciones práticas”.

RESUMO

Este livro foi escrito em resposta a uma inquietude compartilhada pela nova geração de logoterapeutas: como colocar em prática as ideias franklianas nos diferentes âmbitos de aplicação possíveis. E o que melhor que recorrer a psicoterapeutas com vasta experiencia nesta escola pra nos ensinarem e orientarem sua especialidade? Ao longo de seu conteúdo, poderão encontrar enriquecedoras contribuições sobra a aplicação da Logoterapia nos mais diversos campos, entre eles, o trabalho com crianças, com casais e famílias, com moradores de rua, adicções, casos de suicídio, pacientes com enfermidades oncológicas e terminais, etc. Estes são apenas alguns dos temas que aparecem ao percorrer suas páginas, já que eles estão acompanhados de muitos outros de igual relevância e interesse. Logoterapia em ação pretende ser um estímulo para que todos nos animemos a travar um diálogo aberto com este ramo da psicologia, no qual possamos trocar experiências, inquietudes, duvidas e observações que nos ajudem a melhorar e ampliar a aplicação da teoria frankliana em todo o âmbito em que ela possa favorecer um desenvolvimento mais são e pleno da pessoa humana.

“Existe algo além do meio ambiente e da hereditariedade que constitui o ser humano: o que o ser humano faz de si mesmo.” Viktor Frankl

Boa leitura!

Abraços e até breve!

Simone Guedes

Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

 

*Mensagem Nº 24* – 14/02/2018

É com muita alegria que o Núcleo de Logoterapia AgirTrês recebe a psicóloga Clara Martinez em 10 de março, para nosso 1º evento de 2018! Nossa querida amiga e palestrante colombiana, abordará durante o Workshop a Logoterapia voltada para a prática clínica com crianças e adolescentes. Para mais informações acesse o link: http://bit.ly/Workshop-de-Logoterapia

Aproveitando o tema, escolhemos para esta mensagem o artigo “AVALIAÇÃO DE UMA PROPOSTA DE PREVENÇÃO DO VAZIO EXISTENCIAL COM ADOLESCENTES”, publicado em Psicologia: Ciência e Profissão vol.31 no.1, Brasília, 2011; de autoria de Thiago Aquino e outros.

RESUMO
O objetivo do presente trabalho foi validar uma proposta de prevenção do vazio existencial em um grupo de estudantes adolescentes. Participaram deste estudo 33 estudantes que estavam no segundo ano do ensino médio, sendo 11 do sexo masculino e 22 feminino, com idade média de 16,5 anos e amplitude de 14 a 18. Os participantes foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos. Assim, foi constituído um grupo experimental e um grupo controle. Os adolescentes do grupo experimental participaram de um programa de intervenção denominado prevenção do vazio existencial, com o objetivo de aumentar a sensação de sentido de vida. No primeiro encontro, foi aplicado o pré-teste (Pil-test) tanto para o grupo experimental quanto para o grupo controle, e, ao término, foi aplicado o pós-test para os dois grupos. Para a análise dos dados, utilizou-se o Test t de student para medidas repetidas. Os resultados sugerem que a intervenção promoveu o desenvolvimento da sensação de sentido de vida, pois foi constatado um aumento do nível de realização existencial bem como a regressão dos níveis de desespero e de vazio existencial dos participantes do grupo experimental.

“É na infância que o ser humano orienta seu sentido e facilita ou desvia da voz de sua consciência.
A Logoterapia facilita este processo de autoconsciência reflexiva.” Clara Martinez

Para ler o artigo completo acesse o link a seguir: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932011000100013

Boa leitura! Acesse nossa página e saiba mais sobre nossos cursos e eventos!

Abraços e até breve!

Simone Guedes
Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

*Mensagem Nº 23* – 1/2/2018

O Núcleo de Logoterapia AgirTrês vem crescendo com a colaboração de muitos parceiros e alunos, e é com muita alegria que comemoramos 6 anos de trabalho com sentido! No mês de fevereiro damos início às atividades educacionais de 2018 com nossos grupos de estudos e cursos, o que nos levou ao tema desta postagem: educação.

Escolhemos o artigo EM BUSCA DE SENTIDO À FORMAÇÃO INTEGRAL DO SER HUMANO NA PERSPECTIVA DE VIKTOR E. FRANKL, da autora Rosângela Martins do Vale, publicado na Revista da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial 3 (2), 191-202, 2014

RESUMO

O objetivo deste estudo é discorrer sobre a contribuição de Viktor E. Frankl (1905–1997) à educação do jovem educando, procurando compreendê-lo a partir da concepção tridimensional do homem – orgânica, psíquica e noética (dimensão espiritual, especificamente humana), que busca o sentido existencial no mundo, confrontando-se continuamente com valores criativos, vivenciais e atitudinais. Esta visão orientada pela vontade de sentido ressalta a necessidade da promoção de práticas educativas significativas e específicas que coopere para uma educação de qualidade na formação de um sujeito responsável e consciente de seu papel social. Com vistas a ampliar o conhecimento a respeito do processo educativo e suas relações de ensino-aprendizagem de suma importância para formação humana numa visão integrada.

 “Como experiência especificamente humana, a educação é uma forma de intervenção no mundo” Paulo Freire

Para ler o artigo completo acesse o link a seguir:

http://periodicos.ufpb.br/index.php/le/article/view/19944/12147

Boa leitura! Acesse nossa página e saiba mais sobre nossos cursos e eventos!

Abraços e até breve!

Simone Guedes – Diretora Educacional do *Núcleo de Logoterapia AgirTrês*

 

 

 

1 2 3 4