Acontece na AgirTrês (Nov/Dez 2018): Congresso ABLAE 2018, Hospital Sírio Libanês, Clínica Médica da SMCC

Muito movimento e conhecimento nos últimos meses do ano aqui no Núcleo AgirTrês! Confira os destaques e alguns registros desses momentos especiais:

  • De 15 a 17 de novembro, marcamos presença no tradicional Congresso da ABLAE (IX Congresso Brasileiro de Logoterapia e Análise Existencial & IV Congresso de Logoterapia Aplicada ao Envelhecimento), em Ribeirão Preto-SP. Além das valiosas palestras, troca de conhecimento e networking com profissionais ligados à Logoterapia, na ocasião, foi eleita a nova gestão da associação e Simone Guedes recebeu homenagem por sua contribuição como vice-presidente até este ano.

  • A convite do amigo Plinio Cutait, nosso diretor clínico, Francisco Carlos Gomes, ministrou uma aula no curso de Cuidados Integrativos do Hospital Sírio Libanês com o tema: O Sentido da Vida.

  • Com cerca de 40 participantes, o Departamento de Clínica Médica da SMCC encerrou as atividades do Grupo de Estudos em Cuidados Paliativos deste ano com um encontro neste último sábado (01/12) na sede social da entidade. O evento com o tema: “O Sentido da Vida: Para que viver até o fim?” contou com a palestra de Francisco Carlos Gomes.

  • Em 7 de dezembro, Simone Guedes, nossa diretora educacional, palestrou no evento on-line I Cumbre Virtual de Logoterapia y Análisis Existencial para o Instituto Venezuelano de Logoterapia Viktor Frankl, sobre o tema “Educar para a criatividade, para a convivência e para a resiliência”.

 

 

7a Oficina de Sentido na Vida, com o logoterapeuta Francisco Carlos Gomes

 

 

 

Para você que tem curiosidade e interesse em conhecer a Logoterapia, a abordagem filosófica criada por Viktor Frankl, este é um convite para participar de uma Vivência Logoterapêutica em grupo.

Diferente de cursos teóricos, mais voltados para um público especializado na área, vamos promover este workshop para público amplo, com atividades práticas e vivenciais sobre o tema: a importância de encontrar e realizar “Sentido na Vida”.

Nosso objetivo é possibilitar que as pessoas despertem para sua potencialidade e encontrem “Sentido” no viver, aqui e agora.

Todos nós enfrentamos situações difíceis, problemas, conflitos, adversidades. E comumente nos questionamos sobre como AGIR diante de uma frustração existencial que envolve amizades rompidas, casamentos desfeitos, casos de morte de pessoas íntimas, carreiras profissionais terminadas, erros irreparáveis, grandes desilusões.

Na Logoterapia acolhemos esses imensos desafios que a vida traz, e tentamos descobrir qual o “Sentido” da situação e o que fazer com o que se apresenta. Quase sempre é necessário tomar uma posição, uma Atitude. Será sobre DECISÕES e ATITUDES nosso trabalho nesta vivência.

Nosso referencial teórico: Dr. Viktor Frankl – psiquiatra e neurologista vienense que desenvolveu a teoria da Logoterapia e Análise Existencial; Dr. Wiliam Breitbart – psiquiatra norte americano, líder internacional nos campos da Psico-oncologia e Cuidados Paliativos.

Venha, participe, envolva-se! Esperamos por você! Inscreva-se aqui

Facilitadores: Francisco Carlos Gomes, psicólogo e logoterapeuta, diretor clínico CRP-06/38932, e Simone Guedes, pedagoga, logoeducadora, diretora educacional do Núcleo de Logoterapia AgirTrês CRP-SP 4510/J.

O participante receberá certificado internacional, com chancela do Instituto Viktor Frankl de Viena, de 8 horas.

Todos os detalhes estão no formulário, valores a partir de R$280,00.

Data do evento
21 de julho de 2018, 09h00 – 18h00

Local do evento
Hotel Mercure – Pinheiros

Rua Capote Valente

Pinheiros, São Paulo – São Paulo

Série Convite à Leitura | Março/2018

    • A Série Convite à Leitura é uma pauta regular em nossa fanpage. Todo mês elegemos um livro e destacamos trechos a cada quinta-feira. Acompanhe os próximos trechos no nosso Facebook.

    EDIÇÃO 15 – MARÇO/2018

    Este livro se originou de uma conversa de várias horas entre o filósofo religioso Pinchas Lapide e Viktor Frankl em sua casa, na Mariannengasse em Viena, em agosto de 1984. O único manuscrito existente e as gravações que lhe perteciam foram encontrados somente em maio de 2004 durante os trabalhos de inventário do arquivo particular de Viktor Frankl.

    A obra é composta pela transcrição de duas palestras e de duas longas entrevistas com Frankl, nas quais o mesmo expressa aberta e detalhadamente sobre suas próprias opiniões religiosas, como nunca antes. Para Frankl é importante perceber o homem não apenas em sua constituição psíquica, como também em sua espiritualidade e personalidade – não importa como esta se expresse em suas referências ideológicas. E […] a religiosidade é a expressão da busca humana pelo sentido e como expressão da busca de sentido é também tão pouco redutível e discutível como a própria busca de sentido

    FRANKL, VIKTOR; LAPIDE, PINCHAS. A busca de Deus e questionamentos sobre o sentido. Rio de Janeiro: Vozes, 2013, p. 37-43.

     

    Workshop “Logoterapia: prática clínica com crianças e adolescentes” | por Claudia Mota

    Seguindo a proposta de trazer grandes profissionais nacionais e internacionais, o Núcleo de Logoterapia AgirTrês trouxe Clara Martínez, psicóloga colombiana, no último dia 10 de março (2018), para oferecer um workshop sobre a prática clínica com crianças e adolescentes à luz da Logoterapia.

    Eu tive a feliz oportunidade de participar deste primeiro workshop, que, na verdade, transformou um sábado qualquer numa logoexperiência.

    Com uma linguagem clara e objetiva, destacou que “os jovens e crianças não precisam de técnicos, precisam do humano” e trouxe aos profissionais presentes conteúdos teóricos, estudos de caso, apresentação e discussão de uma bibliografia consistente,  e, sobretudo, a discussão do que é o profissional de Logoterapia que atende jovens e crianças, o que ampliou nossos horizontes como se estivéssemos diante um farol de sentido.

    Durante o encontro, compartilhou suas experiências de consultório, de escolas onde trabalhou e convidou a todos a transformarem sua prática num fazer criativo e coerente. Para tanto, trouxe nomes como Boris Ciyrulnik, com o conceito de Tutor de resiliência que fundamentam seu trabalho e complementam a abordagem logoterapêutica que adota.

    Compartilhou técnicas e trouxe um debate sobre diagnósticos sob outra perspectiva.

    Capítulo à parte foi a desenvoltura com que caminhou entre assuntos sérios e preocupantes, como o conceito de família e de jovens, atualíssimos, sem propor ou vislumbrar qualquer possibilidade de julgamento, demostrando a importância de termos empatia em nosso trabalho.  Em seguida, tratou do tema tabu que, infelizmente, faz parte do nosso cotidiano, o suicídio.

    Em síntese, o workshop trouxe o questionamento do que é ser logoterapeuta, seus fundamentos e perspectivas, um panorama sobre o significado da infância nos dias de hoje, os pilares da logoterapia e uma proposta do modelo terapêutico apresentado como estudo de caso, assim como vasto material reunido em seus anos de experiência.

    Costurou tudo isso, respondendo a perguntas, mostrando slides das produções artísticas de seus pacientes ou brincando com o público, pudemos entender a proposta que ela nos trouxe sobre nos conectarmos com nossa criança interior e nos colocarmos como companheiros existenciais dos nossos pacientes.

    Gostaria de registrar que, nesse encontro, choramos, sorrimos, nos comovemos, aprendemos novas possibilidades de trabalho, mas,  o mais importante – saímos transformados por termos vivenciados uma experiência de sentido.

    Gracias, Clara, por todo, tú eres nuestra tutora de resiliencia!

    por Claudia Mota, psicopedagoga que atua na abordagem logoterapêutica e participante do Workshop oferecido pelo Núcleo de Logoterapia AgirTrês

    Para saber mais sobre o trabalho da psicóloga e doutoranda Clara Martínez, acesse farosdesentido.org ou escreva para klaramartin@farosdesentido.org.

    Confira alguns cliques feitos durante o workshop:

    Clara Martínez Sánchez, da Colômbia para o Brasil

    Clara fala sobre os males de nosso tempo e como a Logoterapia ilumina essas questões

    O que é essencial no terapeuta? Um dos temas discutidos no workshop oferecido no Núcleo de Logoterapia AgirTrês

    A energia na conclusão do Workshop com Clara Martínez no Hotel Mercure, em São Paulo, em 10 de março de 2018.

    O papel da Educação e a linha educacional da AgirTrês

    testeira FB outubro mes da educação com maça

    Destacamos este mês como o Mês da Educação: educação para a formação de seres livres e responsáveis pelo próprio destino. Educação tanto do ponto de vista pedagógico, ou seja, para a formação de crianças e adolescentes (leia aqui uma dica de livro sobre esse tema) quanto na educação de adultos, em cursos de aprimoramento, como os oferecidos pelo Núcleo de Logoterapia AgirTrês.

    A filosofia que sustenta nosso núcleo se ramifica em duas linhas: a clínica e a educacional. Nossa visão educacional do ponto de vista logoterapêutico é o grande diferencial de nossa programação de cursos, workshops e palestras.

    Nossa principal missão é divulgar a Logoterapia sendo sempre fiéis à obra de Viktor Frankl, seja na estrutura ou na bibliografia dos cursos e eventos. Para conduzir o diálogo, também investimos no estudo das obras dos principais pesquisadores e leitores de Frankl. Essa ética para com a obra frankliana é um dos valores que embasam nossos trabalhos no Núcleo AgirTrês. Além dela, também prezamos pela acolhida de nossos pacientes e alunos, pela liberdade com responsabilidade, pela conduta única e valorizamos a alegria nas pequenas coisas da vida.

    Acreditamos que: 
    […] A pessoa que sente alegria está totalmente presente, em harmonia ideal consigo e com o mundo, ela não está dividida, alienada ou perdida. Ela está como que no lugar em que deveria estar, por alguns momentos de sua existência deixou de ser alguém que procura, para se tornar alguém que encontrou algo, que se sente bem no terreno da concordância básica com o ser no mundo. (LUKAS, Elisabeth. Psicoterapia em dignidade: Orientação de vida baseada na busca de sentido de acordo com Viktor E. Frankl. Ribeirão Preto: Iecvf Editora, 2012. p. 175.)

    Para 2018, estamos preparando uma programação repleta de conteúdo para contribuir para sua formação e vivência logoterapêutica:

    II Curso de Formação em Coaching Logoterapêutico – Nível 1 | uma proposta vivencial do processo de coaching como educação filosófica para a vida e formação como coach logoterapêutico | de fevereiro a agosto de 2018 

    VII Curso de Introdução à Logoterapia e Análise Existencial (teoria e prática) | direcionado a profissionais da saúde psicólogos, médicos e outros, curso com foco na prática clínica | de março a dezembro de 2018

    I Curso de Formação em Coaching Logoterapêutico – Nível 2de setembro a dezembro de 2018

    Grupo de Estudos de Aprofundamento Logoterapêutico | voltado para quem já possui formação na área e busca um espaço de troca e discussão aprofundada | de fevereiro a dezembro de 2018

    Faça sua pré-inscrição neste link e garanta sua vaga.

    Dada nossa visão educacional e filosófica, todos os nossos cursos são voltados para turmas pequenas de até 10 alunos. Oferecemos supervisão, grupos de estudos permanentes e certificado com chancela do Viktor Frankl Institute, de Viena.

     

    Falar é a melhor solução! – Setembro amarelo

    Este mês traz a cor amarela para representar uma campanha muito importante: a prevenção do suicídio. As estatísticas sobre esta questão são alarmantes: segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o suicídio ceifa mais vidas de pessoas entre 15 e 29 anos do que a AIDS e o câncer em todo o mundo. No Brasil, diariamente cerca de 32 pessoas são vítimas de suicídio. Ocorre em todas as faixas etárias e classes sociais. 

    Mas você sabia que é possível prevenir 90% dos casos de suicídio? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), e a educação é apontada como a primeira medida para a prevenção, sendo necessário falar sobre o assunto e compartilhar informações para quebrar os tabus sobre esse tema. A Logoterapia contribui como uma forma de prevenção do suicídio por meio da valorização da busca de sentido de vida. Falar é a melhor solução! Por isso, quanto mais pessoas buscarem ajuda e atenção de quem está à volta, especialmente de especialistas, certamente contribuirá para a redução dessas estatísticas.

    Baixe o material “Falando abertamente sobre suicídio”, elaborado pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), que iniciou a campanha no Brasil em 2015 em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

    Ao apresentar o tema do suicídio no site Setembro Amarelo – Mês da prevenção do suicídio, o CVV aponta que é “um problema de saúde pública”, observa que é ainda um tabu, e propõe falar abertamente sobre o tema visando a diminuição dos índices que vêm aumentando atualmente.

    Fonte: setembroamarelo.org.br (citado por ABLAE)

    SETEMBRO AMARELO: Mês da prevenção do suicídio. A ABLAE apoia essa causa.

    Nelson Mandela e o filme Invictus

    non-violence-1160133_640

    Como alguém passa 30 anos em uma cela apertada e sai pronto para perdoar aqueles que o colocaram lá?” (Pienaar, capitão do time de rugby Springboks da África do Sul, reflete sobre Nelson Mandela)

    Se eu não mudo quando as circunstâncias mudam, como posso esperar que os outros o façam?” (Nelson Mandela)

    O filme Invictus aborda uma história verídica ocorrida na África do Sul em 1995. Em um momento de transformação política e social retrata o processo de unificação da nação Sul Africana que, após décadas de opressão da população negra e do Apartheid, encontrou na figura do presidente Nelson Mandela um líder benevolente e digno. O time de rugby Springboks, um símbolo da parte branca da população, e portanto da segregação racial, é visto pelo presidente Mandela como um recurso para integração do país. Mas será que isso é possível? O filme é permeado por uma grande tensão entre as oposições, muita resistência e desaprovações ao presidente. Diante de tudo, Mandela se mantém firme e esperançoso.

    Nelson Mandela foi um homem resiliente, humilde e devoto a uma grande causa. Um verdadeiro representante da capacidade de transformar a adversidade em triunfo humano. Capaz de autotranscender – ir além de si mesmo – de ir além de seus sentimentos, das circunstâncias e de seus sofrimentos. Não negou as circunstâncias, mas como ensina a Logoterapia, fez delas o chão de onde pôde saltar. Suportou e superou o sofrimento vivido, exercendo profundamente o atributo nomeado por Frankl de homo patiens. Sua capacidade de encontrar sentido o possibilitou a habilidade de lidar com a tríade trágica – sofrimento/dor, culpa e morte. Exigiu muito de si, e esse crescimento pessoal lhe trouxe a possibilidade de olhar o outro em seu potencial. Como aprendemos com a Logoterapia: ao olhar o outro em seu potencial ele se tornar capaz de ser aquilo que realmente é, ou seja, aumenta suas possibilidades de ser alguém melhor.

    Mandela promoveu uma cultura de paz, não dobrando sua alma e encontrando no esporte um propósito para unificar o país. Amou profundamente seu povo – exercendo o atributo de homo amans: “Para ele ninguém é invisível”, fala do segurança. Em suas atitudes diárias, como presidente e como pessoa, foi criativo e atuante – homo faber.

    Sua visão de unificação do país – e é coerente refletir que ele sonharia isso para todo o mundo – se encontra com a proposta do monantropismo de Frankl:

    “Milhares de anos atrás, a humanidade lutou pela fé num Deus único: pelo monoteísmo; – mas onde fica o saber de uma humanidade única, um saber que eu gostaria de chamar de monantropismo? O saber em torno da unidade da humanidade, uma unidade que ultrapassa todas as diversidades, quer as da cor da pele, quer as da cor dos partidos.” Frankl, V. E. (2010). Psicoterapia e sentido da vida: fundamentos da Logoterapia e análise existencial. São Paulo, Quadrante, p. 28.

    “A nação multiracial começa aqui.” (Rainbow nation, Nelson Mandela)

    Foto Veri
    por Veridiana da Silva Prado Vega

    Diplomate Clinician pelo Viktor Frankl Institute – Abilene, Texas, E.U.A.(2011); Graduada em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie – São Paulo/SP (2009); (CRP 06/97311);  Associada ao Viktor Frankl Institute – E.U.A. e à Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    [Entrevista] O diferencial do Coaching Logoterapêutico

    Como surgiu a ideia de estruturar um curso de coaching com a fundamentação teórica de Viktor Frankl e da Logoterapia? Qual o diferencial da formação em Coaching Logoterapêutico? O que este curso proporciona? Ouça à entrevista que fizemos com a idealizadora deste curso e diretora pedagógica da AgirTrês, Simone Guedes.

     – I Curso de Formação em Coaching Logoterapêutico (nível 1) – 

    Objetivo: A proposta da Formação em Coaching Logoterapêutico é conhecer, refletir e apreender os pilares da Logoterapia: Vontade de sentido,Liberdade da Vontade e Sentido da Vida, pilares que constituem a tríade que estrutura nossa base teórica. Curso teórico-vivencial que aborda as bases filosóficas e antropológicas da teoria criada por Viktor Frankl e a aplicação de todo este rico arcabouço no processo do Coaching Logoterapêutico. Inclui  supervisão de atendimento (mandatório para obtenção de certificado), grupo de estudos permanente e possibilidade de monitoria, além da produção de artigos para publicação nos meios de comunicação do Núcleo de Logoterapia AgirTrês.

    Público-alvo: Pessoas que pretendem incluir a Logoterapia em sua prática diária, pessoal ou laboral, seja como coach profissional, seja como pessoa comprometida com seu próprio “despertar” e senso de coerência para a realização do “Sentido da Vida”.

    Programação

    Os módulos presenciais ocorrerão em 6 sábados, das 8h às 18h, nas seguintes datas:

    22 de julho
    26 de agosto
    23 de setembro
    28 de outubro
    25 de novembro
    16 de dezembro

    Carga horária e Certificado

    São 102h de carga horária total do curso, indicada em seu certificado de participação com selo do Núcleo de Logoterapia AgirTrês. Nosso Núcleo é registrado no CRP-J- SP e acreditado pela Associação Internacional de Logoterapia e Análise Existencial e Instituto Viktor Frankl de Viena.

    Pré-requisitos

    Leitura prévia do livro Em busca de sentido, de Vikto Frankl, envio de carta de intenção e curriculum vitae (CV) para contato@agirtres.com.br, entrevista pessoal, pagamento da taxa de reserva de vaga e assinatura do contrato.

    Local do curso

    Núcleo de Logoterapia AgirTrês, no bairro de Pinheiros, em São Paulo capital.

     

    *Mensagem Nº 17* – 28/06/2017

    logo-whatsapp

    […] o logoterapeuta, no século XXI, deve ir além de salvar uma pessoa da sua angústia existencial — que, no final das contas, pode resultar, em depressão, adição e agressão —, mas no bem-estar de toda a população. O seu objetivo deve ser contribuir com a luta contra “a economia mental e comportamental” que “tende à estabilidade, evita as perturbações e prefere a certeza do conhecido, a segurança do controlável”[…]

    TRANSFORMAÇÃO SOCIAL: O PAPEL DA LOGOTERAPIA NESSE PROCESSO – Sam Cyrous

    SOBRE O AUTOR

    Sam Cyrous. Membro da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial, membro da Academia Internacional para a Psicoterapia Positiva e Transcultural, Terapeuta Familiar, e serve como consultor de Direitos Humanos, nomeadamente nas Secretarias de Promoção de Igualdade Racial e Assessoria Especial de Direitos Humanos de Goiânia.

    RESUMO

    Partindo da ideia de que a Fenomenologia é o campo que produz observações mais eficazes do fenômeno humano, delineia-se no presente trabalho o caminho que se deve traçar para além de conceitos como fragmentação/plenitude, modelo de equilíbrio e hipótese de ignorância que conduzem as separações entre o gênero humano. A interpretação das leis da ontologia dimensional ou da tridimensionalidade humana comprovam o papel fundamental que a Logoterapia tem na transformação de uma sociedade voltada para o poder e/ou prazer, para uma voltada para o sentido.

    Para ler o artigo completo acesse o link a seguir:

    http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/le/article/view/17615/10096

    Boa leitura!

    Abraços e até breve!

    Simone Guedes

     

     

    *Mensagem Nº 16* – 14/06/2017

    logo-whatsapp

    O tema desta postagem é O SENTIDO DO AMOR.

    ‎”A verdade é que o amor é a meta última e mais alta a que pode aspirar o ser humano.” (Viktor Frankl)

    No livro “Em busca de Sentido” na página 136, no trecho sobre o “O sentido do amor”,  Frankl escreve:

    “Amor é a única maneira de captar outro ser humano no íntimo da sua personalidade. Ninguém consegue ter consciência plena da essência última de outro ser humano sem amá-lo. Por seu amor a pessoa se torna capaz de ver os traços característicos e as feições essenciais do seu amado; mais ainda, ela vê o que está potencialmente contido nele, aquilo que ainda não está, mas deveria ser realizado. Além disso, através do seu amar a pessoa que ama capacita a pessoa amada a realizar estas potencialidades. Conscientizando-a do que ela pode ser e do que deveria vir a ser, aquele que ama faz com que estas potencialidades venham a se realizar.”

    Nossa sugestão é a leitura do capítulo Sobre o amor, pags 77 a 81*, do livro Psicoterapia para todos, Viktor Frankl

    psicoterapia-para-todos

    Aprendizado e reflexão plenos de sentido a todos!

    Abraços e até breve!

    Simone Guedes.

    *Clicando no link você acessará o trecho do livro em PDF

     

    1 2 3